INOCÊNCIA / Visconde de Taunay

Considerada pelos críticos como uma das obras mais bem resolvidas da vertente regionalista do Romantismo brasileiro, Inocência explora de maneira exemplar as relações entre o homem e a natureza.

Usando como paisagem de fundo o Pantanal brasileiro, Visconde de Taunay consegue apreender sua dimensão humana e física com descrições ricas e objetivas.

Sobre o autor:

Alfred D'Escragnolle Taunay (Visconde de Taunay) (1843-1899) era filho de Fèlix Emílio de Taunay, que foi preceptor de Dom Pedro 2O. e diretor da Escola Nacional de Belas Artes. Seu avô paterno, o pintor Nicolau Antônio Taunay, foi um dos chefes da Missão Artística Francesa ao Brasil, convocada por Dom João. Criado em ambiente culto, Visconde de Taunay desenvolveu o gosto pela literatura, a música e o desenho. Bacharelou-se em Letras em 1858; no ano seguinte, ingressou no curso de ciências físicas e matemáticas da Escola Militar. Terminada a Guerra do Paraguai, assumiu o cargo de professor na Escola Militar e seguiu carreira política, elegendo-se deputado e senador, além de ter presidido as províncias de Santa Catarina e do Paraná. Em 1871, publicou o primeiro romance, "Mocidade de Trajano", e, em francês, "A Retirada da Laguna", sobre o desastroso e heroico episódio de que participou. Essa última publicação chamou a atenção de todo o Brasil para o jovem escritor. No âmbito da ficção, Taunay escreveu, entre outros, "Lágrimas do Coração" (1873); "Ouro sobre Azul" e "Histórias Brasileiras" (ambos de 1874); e "O Encilhamento" (1894). Entretanto, a obra com que entrou para a história da literatura brasileira é, indiscutivelmente, o romance "Inocência", de 1872.

SERVIÇO:

INOCÊNCIA
Autor: Visconde de Taunay
1ª Edição (2009)
200 páginas
ISBN: 9788502079410
Preço: R$19,90

Editora Saraiva
Televendas: (11) 3335-2957
Assessoria de Comunicação: (11) 3613-3334 ou (11) 3613-3357
Valéria Zanocco ? imprensa@editorasaraiva.com.br

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home