COMANDO: O DNA DA LIDERANÇA / Fagner Alexandre Pompiani

A liderança estratégica em qualquer organização, independente de seu segmento, sua implantação e, sobretudo, a consecução de padrões de resultados relativos à performance e à consolidação do alinhamento de propósitos corporativos e de seus agentes é uma meta universalmente desafiadora na gestão de negócios. Desenvolver aspectos objetivos de aplicabilidade prática e funcional na singular proposta, aqui elaborada, de gestão de comando, ainda com interface no controle e no aproveitamento do estresse em atividades de atuação policial, é, de fato, um conceito inovador, revestido de grande responsabilidade, em face da missão a ser cumprida e vencida; revela também seu principal objetivo de subsidiar análises e reflexões por líderes, independente de sua patente ou competência corporativa ou de sua área de atuação ser ou não conexa com tropas policiais, equipes de segurança ou mundo empresarial, no reconhecimento de necessidades prioritárias para o sucesso de suas equipes. Especialmente nas atividades policiais, o processo de tomada de decisões, muitas vezes em cenários críticos, caracterizados pela exiguidade de tempo, pressão de agentes estressores, questões de preservação da integridade física ou mesmo da vida de pessoas envolvidas, depende, além da estratégia envolvida, da efetividade do controle e aproveitamento da reatividade fisiológica, psicológica e comportamental de cada operacional presente na ação. Como desenvolver uma adequada capacitação e resiliência nas “linhas de frente” enfatizando-se as ponderações provocadas por impactantes dicotomias no desempenho do Comando? Bem-vindo. Essa intrigante, desafiadora e inovadora abordagem da liderança começa agora...

Encontrar o equilíbrio entre estilos de comando e a adaptação de perfis comportamentais customizados para determinadas missões, com diferentes escalonamentos de complexidade e riscos visando à promoção da mobilização e comprometimento da equipe, em um cenário pendular entre responsabilidades e valorizações motivacionais, não é uma meta de fácil alcance. O aproveitamento adequado da reatividade desencadeada pelo estresse pode potencializar condições de atuação policial e maximizar o controle de resultados em cenários críticos. Como promover, de modo prático, objetivo e sob a ótica real, a consolidação da liderança na mitigação de processos críticos? Eis nosso objetivo.

Fagner Alexandre Pompiani. Coronel da reserva da PMESP. Mestre e Doutor em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública, pós-graduado em Segurança Pública e Segurança pela Universidade PUC-Campinas e bacharel em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito de Sorocaba. Possui cursos de especialização de Operações Especiais realizados no Groupe d’Inversion de la Gendarmerie Nationale – GIGN (França) e Grupo Especial de Operaciones – GEO (Espanha), dentre outros. Foi comandante de Pelotão de ROTA no 1º BPChq, Comandante de Pelotão e Companhia de Policiamento, T.O.R., Força Tática e Ações Especiais. Comandou o Primeiro Batalhão de Ações Especiais de Polícia – 1º BAEP de 2019 a 2021. Comando – O DNA da liderança e o controle do estresse em cenários críticos de intervenção policial é seu primeiro livro publicado.

Serviço:

Comando
O DNA da Liderança e o Controle do Estresse em Cenários Críticos de Intervenção Policial
Fagner Alexandre Pompiani

Scortecci Editora
Liderança
ISBN 978-65-5529-515-3
Formato 14 x 21 cm 
128 páginas
1ª edição - 2021
Preço: R$ 55,00

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home