HOMENS DO CAIXÃO / Francisco Aparecido


Baseada em uma lenda do café, envolvendo o paranormal, Homens do caixão faz uma crítica sarcástica ao regime militar que, querendo um Brasil “Grande e forte”, porém, com os cofres públicos vazios, investiu capital monetário dos fundos financeiros internacionais – quase sempre – em todas as obras; seu protagonista, Teodorico, o latifundiário e prefeito da pequena cidade de Socorro no interior paulista, ardiloso e, sem vergonha que descubram seus vultuosos roubos de verbas públicas, alegando inocência, sem negar dolo, desencadeia um infalível projeto em fazer do Brasil esse país tão desejado naquela época.

Francisco Aparecido nasceu em 29 de abril de 1985. Desde criança mostrou-se assíduo leitor, com profundo interesse em escrever, em contar histórias. Mas foi só aos 18 anos que começou a escrever com mais fervor, em resposta ao que considerou uma novela das sete mal produzida: queria mudar o enredo. Seguindo sua grande vontade de contar histórias, escreveu seu primeiro livro, Homens do caixão, entre novembro e dezembro de 2003, primeiro como peça de teatro – nunca encenada. Com algumas mudanças na linguagem textual, o livro foi publicado em 2019 pela Scortecci Editora.
Serviço:

Homens do Caixão
Francisco Aparecido
Scortecci Editora 
Ficção
ISBN 978-85-366-5933-6
Formato 14 x 21 cm
100 páginas
1ª edição - 2019
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home