SOMBRAS / José Márcio Pereira

Sombras conta o envolvimento de um jovem universitário, inexperiente no amor, com uma mulher casada, mãe de dois filhos, estudante concluinte de psicologia.  Carente de afeto, em decorrência do relacionamento amoroso frustrante com o marido, a mulher seduz o jovem, atraindo-o com suas armas femininas. A relação apaixonada, neurótica, trouxe sérios transtornos para o rapaz, desestruturando-o a tal ponto que este tem de submeter-se a tratamento e internação num hospital psiquiátrico. Só depois de muito tempo sua psique doente dá sinais de recuperação. Para surpresa dos leitores, a história, as marcas do sofrimento vivido e a lição aprendida pelo personagem surgem, num texto denso e poético, numa sequência de versos carregados de magia e sensibilidade. O processo de cura de sua mente, sua reconstrução, inimaginável a princípio, alcançou, após longo percurso, o equilíbrio um dia perdido. O autor, guiado por essa luz ao final do túnel, encontrou na arquitetura do poema narrativo a melhor expressão para o registro desses fatos, sentimentos e emoções.

José Márcio Pereira, nasceu em Guaxupé, Minas Gerais, em 3 de janeiro de 1945. Aos 5 anos de idade, veio com a família para São Paulo. Em escolas públicas fez o primário, o ginasial e o colegial. Em 1969, entrou para a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras ?Sedes Sapientiae? da PUC. Diplomou-se professor em 1972. Mais tarde, efetivou-se como professor de Português na rede pública estadual de ensino e, posteriormente, na rede municipal. Em 1988, após estudos complementares de Pedagogia, tornou-se de diretor de escola de primeiro e segundo graus. Em 1995, aprovado no concurso de especialista de educação realizado pela Prefeitura de São Paulo, ascendeu ao cargo de supervisor escolar. Paralelamente aos estudos e às atividades profissionais buscou desenvolver seu lado criativo de letrista e compositor. Participou de vários e grandes festivais de MPB, dentre os quais destacam-se: 1966 ? I Certame Amador Estudantil de Música Popular Moderna ? promovido pela Rádio Gazeta e TV Excelsior (antigo canal 9) ? melhor cantor e compositor. 1968 ? I Festival de Músicas de Carnaval ? Prefeitura de São Paulo e TV Globo ? terceiro lugar. 1970 ? III Festival Universitário de MPB ? TV Tupi ? finalista. 1975 ? Festival Abertura ? TV Globo ? Sua composição Dança espanhola sobre a cabeça, finalista, ficou registrada  no  LP Abertura. 1985 ? Festival Itaquerense de Música Popular ? primeiro lugar como compositor. 1991 ? Festival Carrefour de MPB ? finalista com a canção Banzo, em parceria com Alaíde Costa. Tem composições gravadas com alguns dos mais famosos artistas da MPB, tais como: Elis Regina, Leny Andrade, Zezé Mota, Sérgio Reis, Benito de Paula, Marcelo Costa. Em 1995 lançou seu primeiro livro de poesias Batismo do Aprendizado. Somente agora, em 2009, depois de longo tempo de recolhimento, decide, enfim, publicar uma narrativa em versos à qual deu o nome de  Sombras.

Serviço:

Sombras
José Márcio Pereira

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-1067-2
Formato 14 X 21 cm 
72 páginas
1ª Edição - 2009
Valor: R$ 18,00

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home