Carlos Alberto Bittar Filho

Carlos Alberto Bittar Filho é Procurador do Estado de São Paulo desde 1993, Graduado em Direito pela Universidade de São Paulo em 1991 e Doutorado em Direito pela Universidade de São Paulo em 2000. É escritor nas áreas jurídica e literária.

Nanopoética - haicai
Este livro explora novas tendências e possibilidades na área poética. Inspirada em temas variados, que vão desde o cotidiano até a Natureza e o Universo, a obra é composta de duzentos e cinquenta haicais guilherminos. Os pequenos poemas prestam uma singela homenagem tanto ao haicai, gênero literário de origem japonesa, quanto ao saudoso escritor paulista Guilherme de Almeida, que tão bem o adaptou à nossa literatura.

.

.
.

ENTREVISTA

Olá Carlos Alberto. É um prazer contar com a sua participação no Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Meu livro é composto de duzentos e cinquenta haicais guilherminos. É a concretização de um antigo sonho de produzir e publicar literatura, destinando-se ao grande público.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
O livro representa a diversificação de minha produção intelectual, até agora voltada apenas para a área jurídica. Espero que este livro seja o primeiro de muitos na área literária.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Escrever no Brasil é um grande desafio, exatamente por conta dos fatores mencionados. Apesar das dificuldades, decidi enfrentar esse desafio, em nome da valorização da Literatura Brasileira.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Cheguei à Scortecci Editora por indicação de minha esposa, Marcia, que fizera leitura crítica e revisão para a Maria Esther Perfetti.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Meu livro é um conjunto de poemas cuja temática é bastante ampla e diversificada. Acredito que possa satisfazer o apetite literário de um público vasto: desde os estudantes até os leitores mais maduros. Ao escrever essa obra, procurei trazer uma singela contribuição para as tendências contemporâneas da Literatura Brasileira.

Maria Cristina Andersen
Blog do Escritor

Curta nossa página no Facebook
Facebook

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home