VOZES, BIOCRÔNICAS E CONTOS / Paulo Gyulay

VOZES, BIOCRÔNICAS E CONTOS trata de contos da vida do narrador-personagem e de crônicas, descritas a partir de sua visão privilegiada como narrador-onisciente. Os contos têm como tema a criança, os filhos que não nasceram de uma relação estável entre o casal. A consequência é a trinca vida / morte / vida pós-morte.

A obsessão de tornar-se pai gera sofrimentos não só ao personagem principal, mas também a todos que estão a seu redor: família e amigos. As crônicas acontecem durante o happy hour, nos barzinhos do bairro onde vive. Narram encontros e acontecimentos, discussões sobre muitos assuntos, gastronomia. São homenagens aos amigos, personagens da vida real, queridos e de fundamental importância recíproca: a ação de cada um é importante para todos.

?Minha querida mãezinha! Não se entristeça mais, acalme o seu coração. (...) A morte nada mais é que o ponto e vírgula: aquele sinalzinho de pontuação que significa pausa, sem ser o fim no que se escreve.? (Trecho de uma carta psicografada por Chico Xavier.)

?Livre como o sonho
Alegre como a luz
Desejo e fantasia
Em plena harmonia.

Eu sou o teu homem, sou teu pai, teu filho
Sou aquele que te tem amor
Sou teu par, o teu melhor amigo
Vou contigo seja onde for
E onde estiver, estou.?
(All I ask of you. Weber Andrew, Chris Harl e Richard Zachar. Tudo o que se quer, tradução de Nelson Motta)

?Em seu leito de morte, com um sorriso vitorioso nos lábios, pediu que colocassem Marquinhos sentado em sua barriga. Cochichou algo no ouvido dele e descansou a cabeça no colo de Deus. Um herói, senhor Abílio! O senhor é, indubitavelmente, um herói.?

?Que dias há que n'alma me tem posto
um não sei quê, que nasce não sei onde,
vem não sei como, e dói não sei por quê.?
(Camões)

O autor nasceu em São Paulo, capital. É licenciado em Letras, com pós-graduação em gramática da língua portuguesa. Leciona desde 1978, com experiência em colégios e cursos pré-vestibulares na capital e no interior de São Paulo. Em 1980, conheceu Jorge Amado e mostrou-lhe um conto literário. Foi enaltecido pelo grande escritor baiano, que disse: ?Minha iniciação literária deu-se aos 11 anos de idade, depois que Padre Cabral leu a minha redação. E com a mesma frase que ele me sentenciou, afirmo: ?Você será escritor?. Continue, nunca desista, meu jovem!? Isso foi há 32 anos. Agora, em 2012, resolveu reunir seus contos e crônicas da vida neste livro, tornando realidade o seu sonho.

?Nem todos os caminhos são para todos os caminhantes?.
Goethe

?(...) E você aprende que realmente pode suportar... Que realmente é forte e que pode ir muito mais longe, depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida?.
William Shakespeare

Serviço:

Vozes, Biocrônicas e Contos
Paulo Gyulay
Scortecci Editora
Contos
ISBN 978-85-366-2623-9
Formato 14 x 21 cm 
180 páginas
1ª edição - 2012
Preço: R$ 25,00

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home