TODOS CONTRA O CRACK! / Pedro Cagna

"Todos contra o Crack! Inclusive eu", aborda motivos que levam pessoas a trilharem o sombrio caminho das drogas, bem como, enaltecer as qualidades do ser humano, na expectativa de desmotivar o interesse de adolescentes ao vicio. Muitos jovens caem na armadilha das drogas por um dos impulsos humanos mais banais: curiosidade!A proposta de "Todos contra o Crack! Inclusive eu" é de alertar esses jovens.

Eric Lawson, mais um Marlboro Man perdeu a vida por causa do tabaco. Eric Lawson tinha 72 anos e fumava desde os catorze. Foi na década de 1970 que deu cara ao famoso cowboy da marca. A imagem do cowboy da Marlboro continua presente no imaginário da publicidade e tornou-se um dos anúncios mais lendários, mesmo depois de banido com as regras mais apertadas contra o tabagismo. Agora, Eric Lawson, um dos homens que interpretaram este personagem, morreu aos 72 anos vítima de doença pulmonar relacionada com o consumo intenso de tabaco. Pensa-se que seja o terceiro Marlboro Man a ser vencido pelos cigarros.

Eric Lawson morreu em 10 de Janeiro de 2014, mas a notícia do óbito do ator que protagonizou os anúncios nos anos 1970 só agora, 27/01/14, foi divulgada pelos meios de comunicação social norte-americanos. Lawson, que começou a fumar com catorze anos e que, mesmo quando recentemente lhe diagnosticaram uma doença pulmonar obstrutiva crônica não conseguiu afastar-se do fumo, junta-se assim a David McLean, que morreu com cancro do pulmão em 1995, e a David Millar, que teve um enfisema em 1987. Houve mais um nome de uma das caras da marca cuja morte chegou a ser associada ao tabagismo, mas o caso nunca ficou provado.

Todos tinham em comum o fato de serem fumadores e de terem partilhado a imagem clássica do cowboy da Marlboro, de cigarro ao canto da boca, a transmitir virilidade e força, desde que surgiu pela primeira vez nos anos 1950 para promover os cigarros com filtro e mostrar que não eram coisa de senhoras. Como ator, Lawson participou ainda em vários filmes e séries televisivas, como Charlie?s Angels, Dynasty, The A-Team ou Baywatch. Segundo disse sua mulher ao Washington Post, a carreira do ator terminou depois de uma lesão num filme em 1997.

Você é um vencedor! Dentre aproximadamente 300 milhões de espermatozóides numa disputa acirrada, você venceu todos! Então, pense bem. Por que entregar sua Vida às drogas?

Pedro Cagna, escritor, é membro da Academia de Inteligência Privada/RJ e da Academia de Letras, Artes e Ciências Centro-Norte do Paraná e possui as seguintes obras editadas:
? Guerreiros das Sombras, 2002, Gráfica e Editora Migliati, Londrina/PR;
? Jogo duplo, Culto ao Perigo, 2003, Gráfica e Editora Migliati, Londrina/PR;
? Comunidade Decadente, 2004, Scortecci Editora, São Paulo/SP;
? Segurança da Informação, 2005, Scortecci Editora, São Paulo/SP;
? Segredos da Amazônia, 2006, Publit Soluções Editoriais, Rio/RJ;
? Sua Única Razão de Viver, 2007, Scortecci Editora, São Paulo/SP;
? Crime Digital, 2008, Scortecci Editora, São Paulo/SP;
? Drogas! Um Caminho Sem Volta, 2010, All Print Editora, São Paulo/SP;
?  Amor Sem Limite, 2012, CBJE, Rio/RJ;
? Crack! Afaste essa Pedra do seu Caminho, 2013, All Print Editora, São Paulo/SP;
? A Relação Acabou. E agora?, 2013, All Print Editora, São Paulo/SP.

Serviço:

Todos Contra o Crack!
Inclusive Eu
Pedro Cagna

Scortecci Editora
Drogas
ISBN 978-85-366-3754-9
Formato 14 x 21 cm 
120 páginas
1ª edição - 2014
Preço: R$ 35,00

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home