BANDEIRA SERTANEJA / Geraldo Meirelles

Esta obra trata da evolução da música sertaneja do Brasil e da vida de Geraldo Meirelles, pioneiro dos programas sertanejos na TV. Relata fatos que ocorreram desde os idos de 1930 até a modernidade, descrevendo também os principais artistas e programas de rádio e TV. Em seu programa Canta Viola abriu espaço para iniciantes, como Chitãozinho e Xororó, João Paulo e Daniel, Leandro e Leonardo, Zezé di Camargo e Luciano e muitos outros, além de receber também os já consagrados, como Tonico e Tinoco, Milionário e Zé Rico, Liu e Léo, Cascatinha e Inhana e os demais conhecidos.

A luta de Geraldo pelo gênero é retratada em certos episódios em que bateu de frente com críticos preconceituosos que jogavam no lixo os discos dos artistas sertanejos. Fala de suas preferências musicais, dos compositores, e faz questão de deixar impressos dois de seus principais poemas: “A Fotografia do Sertão” e “Oração do Sertanejo”. Por fim, traz um post scriptum de Martha Meirelles Salotti, a coordenadora do livro, escrito depois de sua morte, que trata de homenagens a ele conferidas.

Organizei este livro a partir de longas e deliciosas conversas com meu pai. Nasci em São Paulo em 1954 e desde muito nova acompanhei o trabalho dele, atuando junto com meus irmãos em seus programas de TV e rádio. Sou formada em Matemática e Pedagogia e atuei no magistério público, ocupando desde o cargo de professora até os cargos finais da carreira, mas nunca deixei de participar da vida profissional de meu pai, razão pela qual ele me pediu para coordenar o livro, que foi uma de suas muitas paixões envolvendo o gênero. Segundo ele, ainda havia coisas que gostaria de me contar quando sua morte me causou forte impacto e fiquei algum tempo com todo o material do Bandeira Sertaneja sem saber o que fazer. Depois, com algumas importantes homenagens, fui me acostumando com sua falta e resolvi dar acabamento aos escritos que possuía, oferecendo aos amantes de sua obra o livro que meu pai desde o início amou.
Martha Meirelles Salotti

Geraldo Meirelles nasceu em Casa Branca em 1926. Fez uma dura batalha para defender o gênero sertanejo desde que se estabeleceu em São Paulo na década de 40. Passou por rádios e emissoras de TV com seu mais conhecido programa, o Canta Viola, que ficou por quase 30 anos no ar. Quando se aposentou em 1991, a música sertaneja já alcançava os melhores espaços nos meios de comunicação, mas não deixou a luta que o acompanhou a vida inteira, até praticamente seu falecimento, em 5 de julho de 2013. Escreveu este livro, no qual mescla a própria história com a do crescimento do gênero sertanejo, hoje apreciado por integrantes de todas as classes sociais. Este sempre foi seu ideal. Em muitas conversas com a filha Martha, foi tecendo os capítulos deste livro, sempre com muita emoção, mas não chegou a vê-lo finalizado como era seu sonho, porém o material que deixou foi aqui transcrito para o deleite de todos os que gostam dessa música e das muitas histórias da vida de Geraldo.

Serviço:

Bandeira Sertaneja
A Batalha de Geraldo Meirelles pelo Gênero Sertanejo
Geraldo Meirelles
Martha Meirelles Salotti (org.)

Scortecci Editora
Música
ISBN 978-85-366-5385-3
Formato 14 x 21 cm  
72 páginas
1ª edição - 2018
Preço: R$ 25,00
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home