CICLOTURISMO E DESENVOLVIMENTO REGIONAL / Jacqueline Pharlan

Inspirada pela paixão ao ciclismo e pela beleza da região amazônica, em especial a Trilha da Samaúma na Ilha de Santana, Amapá, este livro enfoca o cicloturismo como propulsor de desenvolvimento regional, apontando o potencial do setor para geração de emprego e renda. Além disso, revela a necessidade de investimentos e políticas públicas direcionadas ao segmento em consonância às tendências mundiais de mobilidade, sustentabilidade e responsabilidade social, e não direcionadas somente ao aspecto financeiro. Um turismo responsável voltado tanto para o desenvolvimento da região quanto para a conservação do ambiente e melhoria de vida da população da ilha.

Neste livro vemos que o cicloturismo na Ilha de Santana, no estado do Amapá, já é uma realidade. Muitas pessoas do próprio estado adotam a atividade de cicloturismo para apreciar a paisagem natural, aliado ao turismo ou ao espírito esportivo. Essa atividade, se realizada constantemente, pode trazer benefícios para os comerciantes locais, através da venda de alimentos locais, água e hospedagem, ou serviços de manutenção de bicicletas, percorrendo até venda de peças para as mesmas e acessórios para as pessoas. Entre os problemas encontrados pelo cicloturismo na trilha que foi nomeada Trilha de Samaúma devido
à esplendorosa árvore que se encontra na mesma, temos a falta de infraestrutura nas vias, falta de identificação adequada à prática do cicloturismo, falta de divulgação da existência de trilhas na Ilha de Santana, falta de segurança durante a travessia, considerando que alguns barcos utilizados são inapropriados e inseguros. Apesar de vários problemas encontrados para essa atividade na trilha, a maioria das pessoas que responderam aos questionários informaram que consideram a travessia de barco segura, muitos cicloturistas param na trilha para registrar imagens fotográficas da árvore, muitos praticam o cicloturismo na ilha e vários apontaram ter a consciência e o hábito de colaborar para a preservação do meio ambiente. O cicloturismo hoje contribui para o desenvolvimento econômico das pessoas da Ilha de Santana e adjacências, devido à existência de trilhas como a Trilha do Samaúma. Entretanto, o estudo apontou que o cicloturismo, apesar de se apresentar atrativo, ainda precisa de ações tanto por parte dos governos quanto da iniciativa privada e de estudos de forma a impulsionar essa atividade e o empreendedorismo da região.

Cleyson Santos de Paiva - Bacharel em Engenharia de Produção (UEAP), especialista em Engenharia de Manutenção Industrial (UNOPAR) e mestre em Ciência e Tecnologia dos Materiais (UEZO)

Jacqueline Pharlan de Camargo tem 46 anos, é professora, ciclista e cicloturista, formada em Letras Português/Inglês pela Faculdade de Ciências e Letras de Campo Mourão (PR), especialista em Língua Portuguesa (FIA-SP) e Mídias na Educação (UNIFAP-AP), mestre em Educação, ênfase em Gestão Educacional (UAA), e concluinte do Curso de Engenharia de Produção da (UEAP-AP).

Serviço:

Cicloturismo e Desenvolvimento Regional
Reflexões a Partir de Estudo de Caso da Trilha da Samaúma (AP)
Jacqueline Pharlan

Scortecci Editora
Viagens
ISBN 978-65-5529-653-2
Formato 14 x 21 cm
120 páginas
1ª edição - 2021
Preço: R$ 35,00

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home