Osmar S. Junior (Osmar da Silva Junior) - Autor de: 21 Passos no Escuro

Osmar S. Junior
Nasceu em 1977, em São Paulo, é professor de História da rede pública e tem o hábito de escrever nas horas vagas.

21 Passos no Escuro
Em um quarto escuro, banheiro público ou no fundo de uma lagoa às vezes podem-se encontrar terrores maiores que os conhecidos pela ciência e tidos como explicáveis. Cada história deste livro é um passo tanto na escuridão do inconcebível quanto pelos tangíveis horrores da natureza humana, capaz do divino e também do grotesco.

.
.

ENTREVISTA

Olá Osmar. É um prazer contar com a sua participação no Portal do Escritor.

Do que trata o seu Livro? Como surgiu a ideia de escrevê-lo e qual o público que se destina sua obra?
Sempre fui fascinado por histórias de terror, a maneira como elas mexem com nossa imaginação e nos fazem pensar a respeito dos elementos culturais que levaram a sua origem. E não apenas as que envolvem tópicos sobrenaturais, mas aquelas que se desenvolvem em torno do lado mais obscuro da natureza humana. Acredito que tanto o público adolescente quanto o adulto poderá achar as histórias bem interessantes, mas confesso que os que são jovens há mais tempo terão um pouco mais de facilidade de se identificar com o livro.

Fale de você e de seus projetos no mundo das letras. É o primeiro livro de muitos ou apenas o sonho realizado de plantar uma árvore, ter um filho e escrever um Livro?
Eu tenho outros materiais prontos, que dependem de uma revisão final para também serem publicados. Espero que seja o primeiro de alguns, pois trata-se de uma atividade bastante gratificante do ponto de vista pessoal.

O que você acha da vida de escritor em um Brasil com poucos leitores e onde a leitura é pouco valorizada?
Eu sou suspeito para falar, pois leitura é uma das minhas grandes paixões. Eu leio uma média de 30 livros por ano e com a facilidade maior de acesso aos livros hoje em dia, seria preciso incentivar uma cultura de leitura na sociedade e nas escolas para que as pessoas tornassem a leitura um hábito constante, que além de expandir os horizontes, ainda expande o vocabulário.

Como você ficou sabendo e chegou até a Scortecci Editora?
Eu fiz uma boa pesquisa quando decidi finalmente publicar o meu livro (vale lembrar que foram 21 contos escritos ao longo de quase duas décadas) e a Scortecci me pareceu promover um trabalho muito sério em relação aos escritores iniciantes.

O seu livro merece ser lido? Por quê? Alguma mensagem especial para seus leitores?
Acredito que o livro mereça ser lido por fazer uma reinterpretação de diversos medos escondidos em nosso subconsciente, sejam eles característicos ou não da nossa cultura, inclusive aqueles gerados por características da própria mente humana e que nada tem de sobrenatural. Sugiro que os leitores abram a mente e avaliem o universo de mistérios ao nosso redor que podem ou não ter alguma explicação racional.

Maria Cristina Andersen
Blog do Escritor

Curta nossa página no Facebook
Facebook

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home