O CORAÇÃO NEGRO / Jogonoli

A vida na cidade universitária de Santa Maria-RS. O lado calmo das trilhas em Itaara, o trânsito, o parque Itaimbé, as festas e a tragédia que marcou para sempre o Sul do Brasil.  O incêndio da Boate Kiss contado em três momentos: antes, durante e depois. O clima de tristeza presente junto a sensação de injustiça e luto. Luto que deu lugar a luta. Assim é a narrativa de Coração Negro, contada sob o olhar de um jovem de 23 anos que precisou dizer adeus (para sempre) a grandes amigos. Mas, como esquecer todos os momentos vividos? Se tudo aqui nos faz lembrar deles...

Narrativa da crise de identidade de um jovem que, aos 23 anos e próximo a concluir sua graduação questiona-se: fiz a escolha certa? Os conflitos, as críticas, os medos. A trama se passa entre Santa Maria e Porto Alegre (RS), São Paulo e Holambra (SP). As festas, as brigas, as expectativas e um sonho, sonho que tem atormentado a vida de sua mãe, um acidente envolvendo um caminhão branco. No ano da maior tragédia do Sul do país e segunda maior da história do Brasil, o incêndio da Boate Kiss, este livro acrescenta uma descrição de como foi viver na cidade durante a tragédia, o luto coletivo, o remorso de alguns, a perda de muitos, a injustiça aparente, o omissão dos poderes. A vida que precisou seguir em frente.

Correr em direção a um abraço e encontrar o vazio...
Correr e não sentir o calor do sangue correndo entre as veias num dia quente de verão...
Estender a mão à procura de uma mão amiga, de um cum-primento entre amigos, e encontrar o vazio...
Não ter mais aquele confidente, aquele amigo que, percebendo quando estamos mentindo, embarca na imaginação.
Não ter mais um cúmplice nos sonhos e na vida.
Não ter mais o sorriso, o carinho, a despedida.
Não ter mais o filho, o tio, o irmão, a mãe...
Não ter mais quem ocupe aquele quarto, aquelas roupas. Embarcar em dois mundos. No primeiro deles, acordamos com aquela sensação de que eles ainda estão aqui, dormindo, e que a qualquer momento irão sair do quarto rumo à cozinha para juntos tomarmos café.

Joel Gonçalves de Oliveira (Jogonoli) é graduado em Ciência da Computação pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN); escreveu e publicou seis livros e atua como Engenheiro de Verificação na SMDH, com vínculo de bolsa SDT-CNPq do Programa CI-Brasil. Foi finalista do Prêmio Siemens Student Award Brasil 2011.

Serviço:

O Coração Negro
As Cinzas de um 27 de Janeiro
Jogonoli

Scortecci Editora
Ficção
ISBN 978-85-366-3706-8
Formato 14 x 21 cm 
140 páginas
1ª edição - 2014
Preço: R$ 27,00

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home