PORTUGUÊS, NEOPORTUGUÊS BRASILEIRO E RELAÇÕES SOCIOCULTURAIS / Joéliton Sueldo Araújo

Configurando análises e modelos inovadores e partindo de uma visão ampla do(s) idioma(s) e dos atos de falar, ler e escrever, este livro aprofunda certos elementos de semântica, pragmática, sintaxe, lexicologia, morfologia e fonologia. O leitor encontra discussões sobre a autonomia do vernáculo brasileiro, fundamentos da elaboração de textos, caracterização do artigo de opinião objetiva, retextualização resultando em ‘carta de leitor’, adjetivo e adjetivação em geral e em contos tradicionais, aplicabilidade dos estudos semânticos e pragmáticos.

A FORMAÇÃO DO PROFESSOR EM LETRAS / Taíza da Silva Gama (org.)

A proposta de publicação de um livro organizado por estudantes traz ao leitor os limites encontrados no processo de formação de professores e nas pesquisas acadêmicas desenvolvidas durante a graduação. Com o título ?A formação do professor em letras: uma perspectiva discente?, os artigos deste livro tratam de temas como: iniciação científica em Letras, ensino de língua portuguesa em espaços diferenciados, pesquisa literária, estudo de gramática, ensino de língua estrangeira e educação literária de surdos.

A REVISÃO DO TEXTO / Mônica d'Almeida

O livro tem o objetivo de demonstrar o que ocorre no processo de revisão do texto e como se dá a interação autor-revisor nesse momento. Qualquer texto, para ser considerado ?acabado?, deve passar por uma revisão, que faz parte do processo de produção textual. A revisão consiste, primeiramente, em verificar se a ideia inicialmente pretendida pelo autor corresponde ao texto que foi produzido.

DA CORPORALIDADE LÚDICA À LEITURA SIGNIFICATIVA / Claudemir Belintane

POR QUE LER ESTE LIVRO? Avaliações oficiais confirmam que mais da metade dos alunos das escolas públicas brasileiras não conseguem atingir níveis de leitura suficientes para prosseguir seus estudos. Em nossas avaliações comprovamos que, mesmo em escolas privadas de bom nível, a consolidação da leitura fluente e significativa ainda é um grande problema. Seria possível mudar tal quadro? Seria possível alfabetizar e ensinar a leitura de modo a diminuir esses incômodos percentuais?

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home