A ÚLTIMA ESQUINA DO TEMPO / Silvia Simone Anspach

Coletânea de contos em prosa poética. Neles, a narrativa de Silvia Simone Anspach viaja pela tradição indígena, pelos segredos da Terra Brasilis, banha-se no Urucuia, nos mares Vikings, atravessa os vitrais azuis da Sainte Chapelle em Paris, passa pela pequena cidade de Giessen na Alemanha, por Oslo, pelas Torres Gêmeas no 11 de setembro, por São José dos Campos, pelos campos de guerra e pelos de extermínio, pelos quadros de Van Gogh e de tantos outros artistas, pela música e pela literatura em todas as suas formas, pelo mundo em seus grandes e pequenos cantos possíveis e impossíveis. Esbarra em mitos e ritos. Mescla realidade e ficção, resvalando da História para o território do realismo mágico. Passa pela tradição judaico-cristã e pelas crenças primitivas, recriando-as num universo marcado pela fé e ameaçado pela descrença. Celebração à vida, suicídio, ritos de passagem, morte nos campos de Auschwitz e ressurreição na Páscoa e no Natal cristãos ganham asas em uma Fênix que alça voo em direção às últimas fronteiras do espaço, à última esquina do tempo. Na esperança e no desespero, divisa-se a terceira margem do rio Roseana. E daí, lança-se um convite à grande e corajosa travessia.

Os contos são um passeio numa montanha-russa sinestésica. Tive que parar para recuperar o fôlego. Esperava tudo, menos essa explosão sinestésica que embriaga... Silvia Simone Anspach, você é a Dama da Prosa Poética. Ainda não conheci ninguém que tivesse conseguido os efeitos que você conseguiu. O que é a minha ambição! Você quebrou de vez a barreira entre prosa e poesia e fundiu as duas. E eu vivi para ler! Para testemunhar. Dama da Prosa Poética, meus respeitos. Bravo! Bravíssimo!
Antonio Neto - Escritor

Fiquei impressionada com seus contos, com seu estilo, com seu enredo, com a forma com que me tocaram. Eles me fizeram descobrir um novo ícone na literatura brasileira: Silvia Simone Anspach.
Henriette Effenberger - Escritora, Diretora de Comunicação e ex-presidente da Associação de Escritores de Bragança Paulista (ASES)

Abracadabra, leite de cabra. Abati-putá. Abunã. (...). Palavras em Tupi-Guarani (...). Palavras que povoam sua mente de estrelas – Tainá.” A narrativa de Silvia Simone Anspach viaja pela tradição indígena, pelos segredos da Terra Brasilis, banha-se no Urucuia, nos mares vikings, atravessa os vitrais azuis da Sainte Chapelle em Paris, passa pela pequena cidade de Giessen na Alemanha, por Oslo, pelas Torres Gêmeas no 11 de setembro, por São José dos Campos, pelos campos de guerra e pelos de extermínio, pelos quadros de Van Gogh e de tantos outros artistas, pela música e pela literatura em todas as suas formas, pelo mundo em todos os seus grandes e pequenos cantos possíveis e impossíveis. Esbarra em mitos e ritos. Mescla realidade e ficção, resvalando da História para o território do realismo mágico. Passa pela tradição judaico-cristã e pelas crenças primitivas, recriando-as num universo marcado pela fé e ameaçado pela descrença. Celebração à vida, suicídio, ritos de passagem, morte nos campos de Auschwitz e ressurreição na Páscoa e no Natal cristãos ganham asas em uma fênix que alça voo em direção às últimas fronteiras do espaço, à última esquina do tempo. Na esperança e no desespero, divisa-se a terceira margem do rio roseana. E daí lança-se um convite à grande e corajosa travessia.

Silvia Simone Anspach é Doutora em Comunicação e Semiótica, mestre em Linguística Aplicada, especialista em Psicologia Analítica, psicanalista, bacharel em Letras. Foi visiting scholar (Fulbright) na UNC – EUA. É autora dos livros Entre Babel e o Éden (Annablume/Fapesp); Arte, cura, loucura (Annablume); Melosofia (Mulheres emergentes – ME); A religião e a psique (coautoria e organização – ME); Patches and sketches / Cacos e trapos (ME), além de vários textos publicados em periódicos e livros no Brasil e no exterior.

Mônica Regina Anspach é graduada em Arquitetura pela Universidade Mackenzie. Arquiteta e artista gráfica, diagramou, ilustrou e fez as capas dos livros Amici miei, de Liliana Ottanelli (Cromosete Gráfica e Editora), e Patches and sketches / Cacos e trapos (Mulheres emergentes), bem como as capas dos livros Veneno! (Penalux) e A religião e a psique (do qual é também coautora), entre outros trabalhos.

Serviço:

A Última Esquina do Tempo
Silvia Simone Anspach

Scortecci Editora
Contos
ISBN 978-85-366-5455-3
Formato 14 x 21 cm 
140 páginas
1ª edição - 2018
Preço: R$ 40,00

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home