CIRCUNFERÊNCIAS POÉTICAS / Gerson Lourenço

Circunferências poéticas é uma obra sincreticamente híbrida e hiperbolicamente caleidoscópica. Logo, é preciso achar o termo e determinar o PA do poema para que haja diversão. Ah...! Dir-se-ia que há a necessidade de o leitor descer do tamanco para que possa levantar e achar o rumo do prumo do país antes que determinem o teu coeficiente.

O poeta, aqui, tem o dever de guiar a humanidade por meio de suas criações metafóricas, anafóricas, anagrâmicas e povoadoras de imagens concisas que prescreve como um médico a receita ao paciente, no caso, um pai, uma mãe – melhor, a pátria putrificada ou um país sistematicamente contaminado por um câncer maligno – a corrupção. O antídoto é simples! Basta. Basta de podridão no poder.

Essa voz antidoticamente precisa ecoar para combater o verme, o câncer que afeta o corpo lisarbubueano desde Cabral. Diante disso, poeta brada ao criador não só de metáforas, mas o de todas as coisas gênicas.

Nessa perspectiva, o livro Circunferências poéticas propõe uma nova visão de mundo, de esperança, de saúde, de cultura e de uma educação úmida, fértil e gênica. Sendo a última a responsável por todas as mudanças, pois dando ao sujeito o conhecer pleno e calcado em terra firme por um fio ariadneano, as demais serão herdadas. Mas sempre há de haver um mas... e a felicidade virá como um sonho, como uma luz do nascer do sol a brilhar todas as manhãs.

E é assim que o livro Circunferências poéticas mareia a vida e os sonhos. E num dia o poeta teve uma bela ideia e noutro um belo de um Idea e aí nasce um livro freneticamente de afronteiramento poético-prosaico! Tenha uma boa leitura.

Gerson Lourenço nasceu em Divino de Virgolândia (MG). Possui mestrado em Literatura e Crítica Literária pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP (2012), graduação em Pedagogia pela Universidade Bandeirante de São Paulo (2007), especialização em Língua Portuguesa e Literatura Brasileira (2006) e graduação em Português e Inglês (2001) pelas Faculdades Integradas Teresa Martin. É poeta, compositor, escultor cauilista e coordenador nacional do Projeto Poetas Inocentes e tem dois trabalhos fonográficos: um long-play, Vida Nova (1992), e o CD Sino da Catedral (1999), além de várias composições prontas para o próximo CD Pinxana. Publicou quinze antologias poéticas denominadas Poetas Inocentes e Poetas Inocentes Master, ambas lançadas em bienais internacionais do livro de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. O poeta também é autor do livro teórico de literatura e crítica Literária O jogo Poético: beleza e monstruosidade, bem como o livro poético Pauperrimia – Poetas Inocentes (2016). Agora, lança o livro Circunferências poéticas.

William Ribeiro Bento nasceu em Laranjal Paulista, interior de São Paulo, em 19 de novembro de 1987. Possui formação em Artes e Design de Moda pelo Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio – Ceunsp. É artista plástico, ilustrador e confeccionou vários cenários para o Circo de Teatro Tubinho: O rei do riso. É professor de arte nas escolas de Laranjal Paulista e região. Bento tem uma incrível habilidade em desenho e realiza lindas pinturas artísticas nas paredes de residências e estabelecimentos comerciais da cidade.

Serviço:

Circunferências Poéticas
Gerson Lourenço
Ilustrações: William Ribeiro Breno

Scortecci Editora
Poesia
ISBN 978-85-366-5306-8
76 páginas
1ª edição - 2017
Preço: R$ 19,99

 
 
Voltar Topo Indicar a um amigo Imprimir
 

Portal do Escritor 
Divulgação de Autores e Livros da Scortecci

FALE CONOSCO

 
Nipotech